Alunos da rede municipal de ensino visitam gabinete para entrevistar a prefeita e falar sobre o combate contra as enchentes

Por: Coordenadoria de Relações Públicas | Em: 18/09/2019

A garantia de um futuro melhor e mais sustentável para Francisco Morato está totalmente entrelaçada com a conscientização da população.

Evidentemente as futuras gerações serão essenciais na continuidade do cuidado da nossa Francisco Morato e, pensando nisso, a Secretaria Municipal de Educação em parceria com fundação Lemann, trouxe um projeto piloto com alunos de duas escolas municipais para entrevistar a prefeita Renata Sene, tendo como pauta os problemas que as chuvas podem trazer à nossa cidade.

A pesquisa da aula de ciência dos pequenos dos 5º anos das escolas municipais Anísio Espínola Teixeira e Machado de Assis, conduz atividades de investigação sobre permeabilidade do solo, tentando diferentes amostras e apontando qual solo é mais permeável. Assim, podendo explicar melhor as enchentes em diferentes ambientes da cidade e quais deles são os mais necessitados.

A prefeita respondeu a diversas questões das turmas e apresentou os programas realizados pela prefeitura no combate às enchentes e atividades de sustentabilidades realizadas pelo munícipio.

Questionada sobre as obras do piscinão e a manutenção do Departamento de Águas e Energia Elétrica – DAEE, responsável pela limpeza do local, a prefeita detalhou os procedimentos.

“A obra do piscinão já está concluída. Entendemos que a manutenção do local é essencial para o bom desenvolvimento da captação de águas pluviais, nos protegendo de eventuais enchentes. Por isso visitei o DAEE na semana passada, justamente para falar sobre a limpeza. Afirmo pra vocês que conseguimos a garantia da limpeza permanente do nosso piscinão a partir de 2020 e já estamos discutindo métodos de prevenção ainda para esse ano”, disse a prefeita.

Logo em seguida, os alunos perguntaram sobre as ações desenvolvidas para a coleta de lixo e como ela é realizada.

“Temos os cronogramas completos dos horários que a nossa coleta passa pelo centro da cidade e bairros. Porém, mesmo com um trabalho bem regrado precisamos da colaboração da população. Como por exemplo, tivemos que realizar uma campanha para os comerciantes descarregarem os lixos nos horário corretos em que os coletores passam, pois quando despejado de forma errada o lixo se espalha e o problema é maior”, disse a prefeita.

Francisco Morato coleta em média 3.602 mil toneladas, sem contar, o restante de resíduo sólido que é despejado de forma incorreta, sendo o principal aliado na causa das cheias. Para garantir segurança em períodos de chuva a Defesa Civil da cidade realiza limpeza de tubulações constantemente, além dos planos de contingência e drenagem que contam com responsabilidades estabelecidas para o combate das cheias.

A entrevista terminou com um delicioso café da manhã e o orgulho estampado no rosto das professoras responsáveis, supervisoras de ensino e a secretária de Educação, Lélia Hartmann, presentes na atividade.

Esta ação atende a meta do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável #ODS número 4.