Realizada a Conferência Municipal de Assistência Social de Francisco Morato

Por: Coordenadoria de Relações Públicas | Em: 02/09/2019

O Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, realizou no último do sábado (31/08) a Conferência Municipal de Assistência Social de Francisco Morato, sob o tema “Assistência Social: Direito do povo com financiamento público e participação social”.

O evento foi realizado no Teatro Laura Bressane e contou com a participação de representantes de membros da sociedade civil e diversos outros conselhos municipais. O objetivo foi ajudar a construir por meio da discussão e articulação coletiva um Sistema Municipal de Participação Social com o compromisso igualmente firme com a transparência do processo de gestão, onde as vontades da população ganham voz e força nos espaços amplos e democráticos.

Formaram a mesa de solenidade a prefeita Renata Sene; o secretário de Assistência Social, Wagner Santana; representando a Câmara Municipal, os vereadores Flor Cabelereiro e Jair Sene; o presidente do CMAS, Marcos Alves da Silva; representando a sociedade civil e usuária da política de Assistência Social, Edinailza da Hora; o trabalhador do SUAS, Cleiton Brito e o representante da região sudeste na mesa executiva do Fórum Nacional de Usuário do SUAS, Daniel Martins.

“Desejamos que por meio de ações como essa as políticas intersetoriais se protejam e as políticas de assistência social sejam fortalecidas, de maneira em que os mecanismos colaborem para que isso aconteça na forma da lei e de recursos humanos”, ressaltou a prefeita.

O ponto alto da conferência foi a palestra da Professora Drª Aldaíza Sposati, pós-doutora pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra sob supervisão de Boaventura Souza Santos e titular do corpo permanente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no programa de Pós-Graduação em Serviço Social, onde coordena o NEPAS - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Seguridade e Assistência Social.

“Parabéns a todos vocês por terem efetivamente esse compromisso muito importante para nós e a sociedade ao todo. Lutar pela igualdade social é um deve diário e vocês – da assistência social- são fundamentais e o alicerce central na busca da garantia desses direitos”, disse a Professora Drª Aldaíza Sposati.

Logo em seguida, foram feitas as divisões de grupos para definir propostas nos quatro eixos: Assistência Social é um direito do cidadão e dever do estado; Política Pública tem que ter financiamento público; A participação popular garante a democracia e o controle da sociedade; e dois anos do SUAS moratense: conquistas e perspectivas.

Apresentadas as propostas e votadas, por fim foram eleitos os delegados da sociedade civil e poder executivo que representarão Francisco Morato na Conferência Estadual.

Estiveram presentes também o secretário de Cultura, Fábio Sene; a secretária de Educação, Lélia Hartmann, o Superintendente do SAME, Marcelo Simões e o vereador Mimo.